Pescar é enfrentar saudáveis desafios, é fazer amizades, é conhecer novos lugares e abrir novos horizontes. É conviver com a natureza. É ser companheiro.

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Pesca ao Polvo no Tejo

O polvo é uma espécie comum e ainda abundante no estuário do rio Tejo, o que faz com que seja pescado com uma intensidade que poderá fazer com que, a médio prazo, possa  vir a escassear. Cresce  rapidamente, vivendo até aos três anos e pode atingir cerca de 12 kgs.

Material
Madre de 1.50 a 2.00 com uma ligação a 5m de mono 0.70, terminada numa chumbada entre as 300 e as 600grs, conforme a corrente. O peso da montagem e a necessária sensibilidade obriga à utilização de linhas de mão.



A pesca
Toda a actividade do polvo se desenrola nas paragens da água (viragens da enchente ou vazante)  ou em “águas mortas”,  pois entoca sempre que a água corre com mais força, deixando de caçar.



Largam-se as montagens até baterem no fundo, esticam-se as linhas  e espera-se - os toques podem surgir de duas maneiras: uma prisão súbita ou um aumento gradual da pressão.

Devemos ferrar firme e, sem nunca aliviar a tracção, recolher lentamente e sem paragens até à superfície,  usando depois o xalavar para retirar a presa da água, tarefa que se pode complicar quando se trata de um exemplar de grande tamanho. O indicado seria cravar o bicheiro, o que não é permitido depois da alteração da lei da pesca.


Iscos
Carapau, cavala, sardinha, taínha ou palhaços grandes (20cm).



2 comentários:

Jose Fernandes disse...

no material ainda faltam os anzóis
qual o modelo de piteira

Katembe disse...

Viva amigo. Os modelos a utilizar são apenas os que a lei permite, ou seja:
Toneira
Descrição: é constituída por um lastro com forma fusiforme,
tendo na extremidade inferior uma coroa de anzóis
sem barbela, e na extremidade superior está ligada a uma
linha, destinando -se à captura de chocos e lulas.
Características:
Número máximo de toneiras por pescador — 2.

Piteira
Descrição: é constituída por uma pequena haste de
madeira, geralmente com espessura de 1 cm e comprimento
de 25 cm, tendo na extremidade inferior até um
máximo de nove anzóis, com barbela, e na extremidade
superior está ligada a uma linha, destinando -se à captura
de polvo.
Características:
Número máximo de piteiras por pescador — 2.